Com certeza todo mundo já disse uma dessas 4 coisas na vida. Mas atenção: Elas irritam o parceiro(a) e jogam areia na relação 😮

1. “QUERO TERMINAR”

A não ser que você realmente queira terminar, usar esse artifício só para “ganhar” uma discussão é roubada.

A possibilidade de um término deixa o seu parceiro(a) inseguro, perdendo a confiança na solidez do relacionamento de vocês. Se coloca no lugar do outro: ouvir essas ameaças, no meio de uma briga  boba, não faz parecer que a relação tá por um fio? Essa sensação de insegurança é desgastante.

E pior, a outra pessoa pode acreditar que a relação foi pro buraco, desistir e terminar. É melhor não brincar com fogo e só dizer o que se tem a real intenção de fazer.

2. APONTAR DEFEITOS FÍSICOS

Dar um toque no seu parceiro quando ele engorda alguns quilinhos é mais que normal. O chato é comentar toda hora, mesmo que seja em tom de brincadeira. Isso acaba com a auto estima da pessoa porque, provavelmente, você é quem ela mais quer que a ache bonita.

Então, um toque ou uma brincadeirinha é até tolerável, se o outro estiver levando na esportiva. Mas lembre com carinho: é gentil respeitar os limites e sentimentos de quem tanto quer te impressionar.

3. COMPETIÇÕES EXAGERADAS

Nada contra uma competiçãozinha saudável. O desgaste acontece no exagero. Atenção se você e seu amor andam fazendo comparações inúteis como: “minha família é melhor que a sua” ou “sou mais inteligente que você”.

Com essas comparações vocês estão tentando diminuir um ao outro.

Caso o relacionamento tenha se tornado uma competição acirrada vale a pena sentar pra conversar e colocar os pingos nos is.

4. COMPARAÇÕES COM OUTRAS PESSOAS

Você pode até ter boa intenção e provocar o seu amor para ver se ele melhora, mas cuidado! Dizer coisas do tipo “gostaria que você fosse mais parecido com o fulano” ou “ciclano é mais novo que você e já tem um carro” não ajudam em nada, só destroem o amor próprio dele(a).

Quando o seu parceiro não estiver se saindo bem em algo e você quiser falar a respeito, é interessante se fazer uma pergunta: ” o meu objetivo maior é ajudar ou criticar?”.

Tem formas mais delicadas e eficientes de ajudar quem você ama. 


Gostou? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

Tags:

COMENTÁRIOS

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

* Pergunta anti-Spam,