Confira as inesquecíveis frases de Caco Antibes sobre pobres! Garantia de boas risadas!

 

1. Violência de pobre

Pior que é violência de pobre, né? Porque violência de rico é:
– Eu vou lhe processar! Eu lhe boto um processo no fórum de nova York! Vou falar com meus advogados

Agora pobre não, né?
– Aquela vizinha tá falando de mim? Vou virar a mão na cara dela! Vou dar nos corno dela!!

 

2. Enterro de pobre

É uma coisa desgraçada o enterro de pobre. Os carro iam parando na frente, até o coveiro ficou chocado:
– credo!!

Ia saltando pobre por tudo que era lado. E pobre é muito exagerado:
– EU VOU COM ELEEEE!!! ME LEVA COM ELE!!!

E sempre tem uma pobre gorda que tropeça e cai numa cova aberta, os coveiros irritados tem que tirar a gorda lá de dentro:
– Saí daí minha senhora, saí, saí!!
– Eu não quero ir embora! Joga areia em cima, joga terra!!

E as minhocas falando:
– Credo, que gorda pobre!

 

3. Pobre no Aeroporto

Vocês não podem imaginar no que se transformou o aeroporto, antigamente pobre não ia no aeroporto! Só ia pra visitar avião, ver de longe, dar adeus. Agora não, com essas promoções: Miami a R$900 em 10x de R$90. É uma gente do inferno, vindo com toda a sorte de bugigangas.

–  Suelen!! Suelen!! Olha a minha mala aqui que vou no Free Shopping comprar um microondas!!

Umas velhas carregadas de rayito de sol e creme Tortulan. Eles vão pra Miami comprar creme argentino!! É uma coisa desgraçada, Cassandra. Agarram, no vídeo… tostadeira então eles adoram, né? Sanduicheira! Pera aí que tem uma sanduicheira importada ali que tá em conta. E as aeromoças servindo aquele lanche desgraçado, elas nem olham na cara da gente.

 

4. Festa de Pobre

Você devia era ser espancada Neide Aparecida. Olha a festinha que você organizou que coisa pobre. Eu vi ela pedindo no telefone:
– Eu quero um cento de risóles

Coisa deprimente uma pessoa dar uma festa pedir um cento de coxinha. “Pra quanto tá a base do cento da bolinha de queijo?”. Aí vem aquelas gordas varizentas, sentam com aquelas batas de viscose e vai abrindo tudo. Primeira coisa que abre é a calça, né? Porque o barrigão estufa! Depois abre a bolsa e fala:
– Eu vou levar pra requentar, amanhã uso no lanche!

Aí é aquela coisa triste: Os pobre na festa, o risóles vem pra mesa. Aí pega o risóles:
– É camarão! Não, é galinha. Não, não, é palmito!

E a gordura escorrendo no canto da boca. Olha, festa de pobre  é a visão do inferno! Eu tenho horror a pobre!!

5. Pobre Soberbo

A coisa pior que tem no mundo é um pobre soberbo! Aquele que fala:
– Ai, desculpa viu? Desculpa, é casa de pobre mas é limpinha!

 

6. Casamento de Pobre

Mania que pobre tem de casar na igreja, né? É aquela coisa triste. 1º aquela noiva mequetrefe que aluga o vestido, né? Porque não tem condição de comprar. Aí aquele vestido que vai meio desbeiçado, aquela etiqueta balançando no meio das pernas, o sapato também emprestado e vai aquela infeliz. E sem contar os parentes, vai tudo numa van alugada pra igreja. Salta aquele bando de pobre na igreja! A igreja é pobre, a frequência é pobre e na saída os pobre fica tudo fazendo guerra de arroz! E sempre tem uma velha pobre catando o arroz pra fazer um arroz de forno,aquela tigela de pirex.. tem de tudo naquela porcaria ali! Salsicha, linguiça, sardinha.. Eu tenho horror a pobre!

 

7. Espirro de pobre

Espirro de pobre também adora uma aglomeração, aquilo ali quando ele espirra em cima de você vem uma van lotada de bactéria. E são umas bactéria pobre, umas bactéria que falam tudo errado:
– Vou causar um “pobrema” nessa criatura!

 


Gostou da seleção? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

Tags:

COMENTÁRIOS (2)

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

* Pergunta anti-Spam,