Existe muita confusão em relação a estes 3 distúrbios psicológicos mas, na verdade, eles são extremamente diferentes um do outro. Descubra qual são as diferenças e como reconhecer cada um deles:

Psicótico

<span style="color: #000000;">O personagem Aerys II, de Game of Thrones, apresentava comportamento psicótico com mania de perseguição</span>

O personagem Aerys II, de Game of Thrones, apresentava comportamento psicótico com mania de perseguição

O psicótico, bem diferente do Psicopata, perde o contato com a realidade. Ele acredita nas histórias, visões e até mesmo alucinações que sua mente produz.  A pessoa com psicoses geralmente não percebe que seu comportamento está fora do normal.

Um exemplo de psicose é a esquizofrenia. A esquizofrenia é uma doença crônica, ou seja, não tem cura e é progressiva. Envolve situações reais com situações imaginárias, gerando confusão na forma de pensar e agir. Na cabeça do esquizofrênico tudo o que ele ouve ou vê é muito real.

Fique atento:

1. Comportamento incomum: A pessoa é encontrada falando sozinha na rua, fica agressiva sem motivo aparente, apresenta ansiedade excessiva.

2. Medo extremo: medo de sair na rua, ir trabalhar, etc.

3. Mania de perseguição: a pessoa acha que está sendo perseguida, que a estão vigiando, pensa que colocaram um chip na cabeça dela ou outras teorias fantásticas.

4. Pensamento ilógico: elaboração de frases sem qualquer sentido ou invenção de palavras

5. Alucinações

 

borderline

Cersei, de Game of Thrones, é uma forte candidata a ser uma Borderline

O borderline é uma pessoa com personalidade instável, tem dificuldade de controlar impulsos e emoções. Ele tem uma relação muito conturbada com as pessoas, se irrita desproporcionalmente com as situações e expressa essa irritação de forma exagerada como, por exemplo: chutando uma cadeira, se machucando ou fazendo ameaça de suicídio.

Uma grande diferença do borderline para o psicopata: o Border processa sentimentos, sua dificuldade é controla-los.

Uma grande diferença do borderline para o psicótico: ele tem noção da realidade.

Fique atento

1. Interpretações instáveis sobre os outros: pensar que alguém é bacana e, meio minuto depois, achar que aquela pessoa é má.

2. Comportamentos impulsivos e perigosos: abuso de drogas, álcool e desrespeito pelas regras ou leis sociais.

3 .Medo de ser abandonado e ameaçar, no caso de ser abandonado. Por exemplo: – se você for embora eu vou me matar.

4. Dificuldade em controlar as emoções: chorar facilmente ou ter momentos de enorme alegria;

5. Comportamentos de dependência, como:  jogos, gasto de dinheiro descontrolado, consumo exagerado de comida, bebida ou de drogas;

6. Tentativas de suicídio e automutilação

 

PSICOPATA

Ramsay Snow, de Game of Thrones, sem duvidas é um psicopata

A principal característica do psicopata é a dificuldade em processar emoções. Ou seja: ele não sente emoções de forma profunda. Por conta dessa dificuldade, psicopatas não se importam com o sofrimento alheio.

Nem todos os psicopatas são violentos: na verdade, a maioria não é do tipo serial Killer. Diferente do que muitos acreditam, provavelmente todo mundo já conheceu ou vai conhecer um psicopata. O psicopata aparenta ser uma pessoa comum e, a primeira vista, até parece bem legal. É na convivência que ele se revela.

O psicopata tem total noção da realidade e controle de suas ações. Em outras palavras: ele sabe o mal que causa,  simplesmente não liga.

Fique atento:

1.Não demonstra culpa: quando a pessoa é pega mentindo, por exemplo, muda de assunto na maior cara de pau

2. Está sempre contando mentiras e não tem compromisso com a verdade

3. Culpa os outros por seus próprios erros

4. Quem conhece o psicopata superficialmente o acha uma pessoa incrível. Por que? porque ele diz o que as pessoas querem ouvir.

5. Sempre que conta uma história se coloca como vítima das situações

6. É narcisista

Fonte: Psicologia e TerapiaO GloboRádio Gaúcha6 sinais de que você vive com um psicopata


Gostou? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

Tags:

Comentários (1)

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

* Pergunta anti-Spam,