Pesca de tubarões é proibida nas ilhas Cayman desde 2005

Se nadar ao lado de tubarões já exige coragem, imagine se aproximar de um predador ferido, como aconteceu com um instrutor de mergulho no Caribe. Ben Johnson mergulhava com um grupo de turistas na costa das Ilhas Cayman quando se deparou com um tubarão com uma faca enfiada na cabeça.

Assim que notou a presença do mergulhador, o animal se posicionou ao seu lado, “como se estivesse pedindo ajuda”, disse o instrutor a uma rede de notícias locais.

Johnson acredita que o animal seja um  tubarão-enfermeiro, conhecido também como tubarão-lixa (Ginglymostoma cirratum) – animais de movimentos lentos que são normalmente inofensivos para os seres humanos e se alimentam de crustáceos e corais.

O mergulhador relatou à rede Cayman 27 que seus clientes ficaram surpresos ao ver o tubarão, “as pessoas vêm para as ilhas Cayman para ver nossos bonitos recifes… ninguém espera ou quer ver um tubarão com uma faca na cabeça”, disse.

Desde 2005, a pesca de tubarões é proibida na região, sob pena de multa de 500.000 dólares (pouco mais de 1,5 milhão de reais) ou quatro anos de prisão.

Em mensagem publicada no Facebook, o Cayman Beach Resort afirma que o tubarão sobreviveu e foi visto novamente nadando no mesmo recife. “Nossa equipe espera que o episódio sirva de lembrança para a importância de respeitar os nossos bonitos amigos aquáticos, que são uma espécie protegida nas Ilhas Cayman”.

Via


Gostou? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

Tags: