Reflexão

Cachorro paralisado na estrada dá o maior abraço em mulher que salvou sua vida

A norte-americana Evie Benson e sua mãe Leslie voltavam de carro para casa após comprarem alguns materiais escolares quando observaram que os carros desviavam de um objeto marrom que estava bem no meio da estrada.
Após olharem uma segunda vez, perceberam se tratar de um cão que estava paralisado de medo no meio do tráfego. E um caminhão de 18 rodas vinha com tudo em direção ao pobre animal.
“Fechamos os olhos, com medo de ver esse cachorro ser atropelado”, disse Evie. “Felizmente, o cachorro saiu do caminho bem a tempo.”
Com medo do que poderia acontecer se o cão permanecesse no meio da estrada, Evie pulou do carro ainda em movimento para salva-lo. “Minha luta ou fuga começou quando pulei do carro em movimento”, disse Evie.
“Fiquei com o coração partido só de pensar no que esse cachorro passou e como ele se sentia assustado e sozinho. A viagem de carro foi tranquila. Eventualmente, ele adormeceu em minhas mãos e foi quando comecei a chorar. Eu queria que ele soubesse que finalmente estava seguro.”
Felizmente mãe e filha conseguiram salvar o doguinho e o levaram para o Abrigo e Centro de Adoção de Animais do Condado de Goochland. O cão estava muito magro e ficou internado no local.
No dia seguinte as duas retornaram ao local para ver como o animal estava e acreditavam que o bichinho não lembraria mais quem elas eram, porém, tiveram uma grande surpresa quando ele se atirou nos braços de Evie.
“Sentamos com ele na sala e foi aí que as emoções surgiram. Minha mãe e eu começamos a chorar… me juntei a ele no chão e ele se aninhou no meu colo e ficou contente… ele até deitou em cima de mim e me abraçou.”
Evie batizou o amigo de Wags (abano em português) porque não importa o que acontece, ele está sempre abanando o rabo.
“Parte meu coração não poder adotá-lo”, disse a jovem. “A SPCA recebeu tantas ligações e mensagens verificando Wags… Eu sei que ele não terá problemas para encontrar uma casa.”
“Fizemos uma conexão para toda a vida e eu o amo muito. Estou feliz por ter conseguido salvá-lo e me conectar com ele” finalizou Evie.
© 2012 - 2023 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.