Reflexão

Cadela caramelo grávida ‘pede’ ajuda em clínica veterinária e pai espera na porta [Vídeo]

Uma tranquila e simpática cadela gestante que vive nas ruas da cidade de Campo Grande, no Espirito Santo sentia que a hora do parto estava se aproximando e foi, sozinha,  até  a  clínica  onde trabalha o médico veterinário Dr. João Áureo Rodrigues de Oliveira  e subiu as escadas,   deitado-se  na porta de entrada  até que alguém aparecesse.

Assim que o  médico viu a cena foi verificar o estado da paciente, como ele mesmo relata:  “Desci pra verificar e constatei que realmente era uma fêmea gestante. Ela estava bem deitada olhando na direção da clínica como se aguardasse atendimento”, contou o veterinário ao G1.

A cadelinha ganhou o nome de “Amiga” , pois além de meiga é doce e calma. Toda a equipe da Clínica logo se afeiçoou a ela, que foi tratada com todo o carinho, sendo bem mimada.

Como a Caramelo sabia que ali era um local onde poderia receber ajuda, é algo que nunca vamos saber. Encontrou as pessoas certas, que a acolheram e cuidaram dela e de seus filhotinhos que nasceram alguns dias depois.

Nossa mamãe teve sete lindos bebês, mas infelizmente um não sobreviveu, porque não estava na posição normal para o parto.

Após o nascimento dos pequenos, um outro cão foi visto, aguardando do lado de fora da Clínica e se constatou ser o pai do nenens que certamente esperava pela família.

“Por enquanto o pai está lá fora esperando e a gente está preocupado com ele também”, explica o médico.

A mamãe e seus fofos passam todos muito bem e como o caso repercutiu  na mídia, existem muitas pessoas querendo adotar os adoráveis filhotinhos.

A clínica irá disponibilizar os mesmos para adoção após serem  vermifugados,   vacinados  e completarem 45 dias de vida.

Fontes: Amo Meu Pet


 

Autora
Lourdes Grings

Comentários

* Pergunta anti-Spam,

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

single.php

Mensagens do Bem

Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

© 2019 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.