Reflexão

“Gato mais Triste do mundo” é adotado por casal e passa por uma transformação

Linda história do gatinho Ben Ben, sem esperança seria sacrificado no abrigo onde estava mas teve sua vida transformada por um jovem casal.

O gato Ben Ben estava para morrer. Ele havia entrado em um abrigo para animais com tão poucas chances de vida que chegaram a cogitar sacrificá-lo.

Ele tinha problemas na espinha dorsal –  com chances de não andar mais – várias feridas profundas e uma das orelhas abaixada.

Ao que tudo indicava, ele havia sido atacado por um animal maior que ele. Ben Ben ficou no abrigo até que uma família o adotou, mas logo o devolveu por causa dos cuidados médicos que ele precisava. Foi quando decidiram sacrificá-lo.

Por sorte, uma mulher que trabalha em uma clínica veterinária soube da história de Ben Ben e foi resgatá-lo, um dia antes da eutanásia.

Ben Ben foi adotado por seus novos donos e o casal contou em uma rede social que o estado do gatinho triste era de comover.

“Como se soubesse que iria morrer e tivesse deixado de ter esperança”

Eles disseram que grande surpresa foi a chegada ao novo lar. Depois daquele dia Ben Ben mudou.

“Nós sentamos com ele por uma hora e em seguida ele começou a ronronar, sorrir e nos dar abraços de agradecimento”

“Só levou uma hora para começar a ficar curioso com o que estava ao seu redor”

Além disso, puderam comprovar que o diagnóstico médico estava errado: o gato voltou a caminhar.

Ben Ben ficou lindo e famoso.

A página dele no Instagram tem quase 50 mil seguidores.

As fotos são adoráveis! Veja:

imagem da publicacao

imagem da publicacao

imagem da publicacao

imagem da publicacao

imagem da publicacao

imagem da publicacao

imagem da publicacao

Via


Gostou? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

Comentários (14)

  1. Os animais não são tão irracionais nem tão pouco insensíveis como imaginamos, precisam de carinho, amor e dedicação… façam isso é verão a recompensa 😍

  2. Acredito que a relação com o gatinho estava presente determinada por Deus, sempre valorizar os animais que também são possuidores de grande importância e necessitam de atenção, amor e carinho, nesse caso que prevaleceu foi uma gratidão👏👏👏👏👏

  3. Eu e meu marido sabemos bem o que é isso, encontramos uma cadela abandonada por estar prenha, dos oito cachorrinhos que nasceram, ficamos com ela e mais um. Tínhamos dois outros.
    Todo dia sentimos o quanto ela nos ama.
    Somos uma família muito feliz. Algumas noites chego a perder meu lugar na cama.
    Ela dorme abraçada ou a mim ou ao meu marido.
    São os filhos que papai do céu mandou para mim.

    1. Boa coisa estás fazendo, dormindo abraçada com cães. Deus me livre. Gosto de animais mas longe da minha cama, sofá…

  4. Amor é a solução para todos os males. Os animais são sensiveis ao bom trato.Os animais são gratos e não desiludem

  5. "Animais, são anjos disfarçados que vivem na terra para ensinar ao homem o que é Fidelidade".

  6. Linda história o que ele precisava era apenas de amor.
    Parabéns aos donos e que sirva de exemplo para todos nós.
    Precisamos de atitudes assim amar ao próximo como Deus nos ama a todos.

  7. Muito lindo essa atitude sua
    Isso é muito importante porquê não é só o ser humano quê precisa de atenção e carinho
    Eu amo animais
    Mais tenho uma grande afinidade com os felinos
    Deus abençoe por essa iniciativa

  8. Meu coração explode de tanta felicidade, graças a Deus q td deu certo para esse lindo gatinho, q Deus te abençoe essa atitude dessa mulher abençoada por Deus 🙏

  9. Amei sua história. Que Deus te proteja sempre meu gatinho e q a paz de Jah esteja nesse lar pois seus donos são uma provisão divina. Amo vc meu gatinho de ouro
    !

* Pergunta anti-Spam,

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

single.php

Mensagens do Bem

Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

© 2019 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.