Reflexão

Casal rejeitado pela sociedade comemora 73 anos juntos: “Ainda estamos muito apaixonados”

Mary e Jake Jacobs compartilham de uma linda história de amor. Juntos, comemoram 73 anos. Em todo esse tempo, sofreram pressões e dificuldades, que parecem só ter feito o amor deles crescer ainda mais.

Hoje, com 81 e 86 anos respectivamente, recordam a linda e emocionante história que viveram. Eles se encontraram quando eram apenas dois jovens repletos de sonhos. Na escola de Lancashire, Inglaterra, Jake Jacobs prestava serviços para a força aérea local, e Mary cursava datilografia.

Ao se encontrarem, se apaixonaram rapidamente. Foi como amor à primeira vista. Jake Jacobs parecia conhecer o coração de sua mais nova amada, e ela, já se mostrava conquistada pelo rapaz.

“Ele citou Shakespeare para mim, o que eu adorei“afirmou Mary.

Assim, os dois jovens seguiram em um romance inspirador. Desfrutavam da companhia um do outro pela cidade, até que, em um determinado dia, foram vistos em um parque.

Sem demora, contaram ao pai de Mary que sua filha estava com um homem negro. Nada disso importava para o casal. Porém, isso era razão de sérios conflitos na sociedade da época.

O pai da jovem a proibiu de ver o rapaz. Essa foi uma punição arrasadora.

Neste cenário, Jake retornou ao seu país. Apesar da distância, o casal trocava cartas, para que ainda mantivessem contato.

Sem mais suportar a separação, Jake decide pedir Mary em casamento. Ela, sem hesitar, aceitou. Sem dúvida, ambos encontraram um no outro um grande amor.

“Quando eu disse ao meu pai que ia me casar com Jake, ele disse: ‘Se você se casar com aquele homem, você nunca mais pisará nesta casa’” , detalhou a mulher ao Daily Mail.

Conforme as ameaças de seu pai, Mary foi de fato expulsa de casa. Assim, casou-se com Jake Jacobs em 1948.

Apesar de todo o amor que os dois compartilhavam, a rejeição que sofreram foi sem dúvida um dos maiores desafios.

No momento do casamento, devido a grande polêmica causada na época, não havia ninguém, nem mesmo amigos íntimos, para testemunhar esse evento tão feliz.

De forma parecida, os primeiros anos foram os mais difíceis. No local onde moravam, todos evitavam falar com o casal e recebê-los em casa, além de sofrerem apontamentos quando andavam na rua.

Foram momentos de solidão para esses jovens. Somente o amor e a cumplicidade de ambos poderia tornar esta fase mais leve.

Quando, enfim,  pensaram que a alegria de uma criança estava a aparecer, foram pegos por um triste sentimento de perda. Esse casal tão jovem perdeu um bebê, na primeira gravidez de Mary.

Ao decorrer dos dias, porém, Mary e Jake viram surgir uma esperança.

Mary foi contratada como professora em uma escola, e logo depois, foi promovida a diretora assistente. Jake também teve razão para se alegrar, pois passou a trabalhar em uma fábrica, e logo depois, em uma agência de correios.

Pouco a pouco, os dois também fizeram bons amigos, apesar de todo o preconceito.

Hoje, já maduros, esse lindo casal orgulha-se da história que construíram juntos. Eles não se arrependem de um único momento sequer que viveram, e declaram seu amor um pelo outro mesmo após anos de união.

“Ainda estamos muito apaixonados. Não me arrependo nem por um momento de ter me casado com ele, apesar de toda a dor que passamos” Declara Mary.


 

Autora
Débora Barros Gonçalves

Comentário (1)

* Pergunta anti-Spam,

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

single.php

Mensagens do Bem

Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

© 2019 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.