Reflexão

Dona de confeitaria compra todos os bolos de vendedora ambulante: “Quando precisei, alguém me ajudou”

A pessoa que cresce na vida mas não esquece suas origens é um exemplo para toda a população!

A paulista Sabrina Viana contou ao site Razões para Acreditar sobre o dia 23 de junho de 2022, quando ao vender bolos na rua com o namorado, foi surpreendida pelo coração gentil de uma empresária bem sucedida.

Sabrina trabalha com a mãe fazendo e vendendo de bolos gelados dentro do condomínio onde moram, porém, às vendas haviam caído naquele período.

Em mais um dia de trabalho a mãe da moça preparou as delícias, Sabrina divulgou e vendeu poucas unidades – o que cortou o coração da jovem:

“Eu senti que os bolos não seriam vendidos e teriam que acabar sendo descartados ou consumidos por nós e ficaríamos sem lucro algum, então tomei a iniciativa de pegar uma bolsa térmica que tinha aqui em casa e colocar os bolos e sair oferecendo fora do condomínio (moro em uma avenida bem movimentada). Minha mãe não botou fé, mas meu namorado deu apoio.” contou Sabrina.

Com a cara e a coragem a dupla saiu para vender nas ruas pela primeira vez “Ficamos pelo menos uma meia hora de um lado da calçada apenas ensaiando como seria a abordagem no sinal, contando os segundos e vendo o movimento”.

O natural aconteceu e o casal ganhou uma chuva de “nãos”. Após diversas tentativas finalmente uma moça em um carro branco demonstrou interesse mas, no exato momento em que ela ia pegar a carteira, o sinal abriu. Chateada ela declarou “poxa vida, qualquer dia eu passo aqui de novo”.

Os dois prosseguiram com as vendas mas naquele ponto a dificuldade era grande pois o semáforo fechava rápido. Então, os vendedores saíram do local e se dirigiram para outro ponto quando foram abordados por um estranho – ele avisou haver uma moça parada na farmácia querendo comprar os bolos. Os dois jovens estranharam quem seria o comprador misterioso e foram até o local.

Ao sair da farmácia, a moça do carro branco aparece  “eu disse que voltaria kkk”, afirmou.

“A moça disse que achou nós dois muito fofos abordando e vendendo juntos. E perguntou o motivo pelo qual eu estava vendendo. Expliquei o fator da falta de vendas, a situação dentro da minha casa, que eu ficava extremamente triste em ver minha mãe preparar as coisas com todo amor do mundo e acabar não vendendo.” contou Sabrina.

A mulher passou a falar sobre os propósitos maravilhosos de Deus. Ela revelou que sentiu em seu coração uma necessidade de voltar em busca dos dois.

Após descobrir que Sabrina pretendia se profissionalizar como confeiteira, ela sorriu e disse “e eu tenho uma confeitaria, acredita?”.

“Ficamos conversando, ela nos contou que várias e várias vezes os próprios funcionários confundiram ela com a faxineira pela sua simplicidade no andar, vestir e falar. Contou que por causa das dificuldades que passou na infância teve que abandonar os estudos na 5° série. Mas lutou e batalhou muito para chegar onde chegou, claro com a ajuda de Deus.”

A mulher perguntou quantos bolos a jovem havia trazido e ela respondeu 13 unidades, cada uma custando R$5,00. A mulher pediu 10 bolos, que custariam R$50,00.

Após a venda ser realizada, a empresária mudou de idéia e declarou  “me vê os 13, quero todos!”.

“Fiquei mais feliz ainda, eu iria voltar sem nenhum bolo embora!! Como ela já tinha me dado R$ 50 faltavam somente R$ 15, mas como ela já tinha comprado os 10, eu ia deixar por R$ 50 mesmo para voltar embora para casa.” contou Sabrina.

Porém, a mulher entrega a jovem mais 2 notas de R$50,00. Sabrina não quis aceitar o dinheiro extra e a mulher insistiu, explicando “uma vez quando eu precisei, alguém me ajudou e hoje eu senti que deveria ajudar vocês”.

Na despedida a moça ainda quis dar um presente para o casal:

“Ela coloca em minhas mãos uma caixa da marca Sodiê e dá pro meu namorado um caseirinho da Sodiê também. Eu lá chorando que nem um neném não tinha palavras para agradecer por tanta bondade, meu coração pulsava alegria e gratidão. Agradeci ela demaaaaisssss demaisss mesmo! Ela anotou meu número e nos abençoou. Quando estava indo embora, ela completou: “isso foi apenas uma troca, eu te dei meus bolos e você me deu os seus”.

A jovem Sabrina finalizou afirmando acreditar fielmente nos planos de Deus para a sua vida “fosse na adversidade ou na alegria, sempre confiei demais e bem hoje, logo hoje que saí da minha casa determinada a vender todos os meus bolos o Senhor me colocou um anjo na hora e no local certo” finalizou.

Fonte

single.php
© 2012 - 2023 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.