Reflexão

Entregador teve moto roubada e seu chefe lhe deu outra: “Vou poder levar pão para casa”

“Tenho duas filhas e tenho que sair para trabalhar sim ou sim”

Infelizmente o mundo atravessa uma grande crise econômica e as pessoas que mais se prejudicam com este cenário são as humildes.

O argentino Damián trabalhava em uma fábrica mas sentia que as coisas não andavam bem na empresa e sabia que, a qualquer momento, podia perder o emprego.

O homem precisa sustentar a sua família e teve uma idéia como medida de segurança: ele pegou as poucas economias que tinha e comprou uma moto, para trabalhar como entregador.

Felizmente ele foi contratado pela padaria local.

Com o tempo, Damián decidiu se dedicar integralmente ao trabalho de entregador – os pequenos lojistas não têm recursos para comprar os próprios veículos, então, contratam entregadores que já possuem motocicletas.

Infelizmente os criminosos não perdoam: Enquanto o homem esperava do lado de fora da padaria para entregar novos pedidos, em menos de um minuto alguns ladrões roubaram o único meio de trabalho que o homem tinha.

“Eu vim aqui, deixei o dinheiro no balcão. Peguei outros pedidos e quando saí já tinha sumido. Era tão fácil e simples. A motocicleta é minha: tenho os papéis e a denúncia arquivada, mas não há informações sobre seu paradeiro” contou o entregador.

Damián já não podia mais trabalhar como entregador e estava sem emprego. Sensibilizado, o dono da padaria ofereceu um pequeno trabalho na cozinha ao homem – embora já tivesse uma equipe completa.

Infelizmente a renda deste novo serviço não era suficiente para sustentar a família de Damián.

Então, o dono da padaria demonstrou ser uma pessoa generosa e boa: ele presenteou o entregador com as economias que tinha, para que ele pudesse comprar um novo veículo.

“Ele não teria que me dar nada, porque quando eu entrego estou ciente do que pode acontecer. Mas eu aprecio isso. Eu disse a ele que não era dele, mas ele quer. Ele me dá uma mão e poderei levar o pão para casa. Tenho duas filhas e tenho que sair sim ou sim para trabalhar”.

Os assaltantes fizeram o mal, mas o dono da padaria transformou a tragédia em uma linda história de generosidade e solidariedade. Graças a este homem, Damián poderá continuar lutando para cuidar de sua família.

Fonte

single.php
© 2012 - 2023 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.