Reflexão

“Eu não trabalho 24 horas”: Funcionário respondeu a cliente que ligou para ele quase meia-noite para trabalhar

Qualquer trabalhador deve ter seu descanso respeitado, e é por isso que as empresas possuem um horário de atendimento: se o serviço não promete atendimento 24h, os clientes precisam respeitar os horários de atendimento.

Mas infelizmente, existem pessoas com dificuldade em cumprir regras.

Com a chegada da pandemia, muitas empresas adotaram o trabalho remoto e agora alguns funcionários trabalham de suas casas. Isso torna mais difícil botar limite em clientes folgados: muitos acham que, pelo trabalhador estar cumprindo suas funções de casa, ele irá trabalhar a qualquer hora.

Foi o que aconteceu com este trabalhador mexicano:  Iván Nava compartilhou no Twitter um desentendimento com um cliente:

“Responda, eu preciso falar com você . Eu preciso esclarecer alguns pontos para o evento do fim de semana, você pode atender minha ligação? Vejo que está online, responda”, enviou o cliente às 23:39h.

O profissional apenas ignorou as mensagens e ligações.

No entanto, como a pessoa do outro lado da linha não entendeu que Iván o estava ignorando na tentativa de evitar atritos, o cliente continuou insistindo sem parar. Foi então que Iván perdeu a paciência e respondeu:

“Não, deixe-me ver Francisco , eu não trabalho 24 horas por dia e por favor meça suas palavras , em outra ocasião já tivemos um problema por causa de sua maneira de tratar as pessoas, a partir de amanhã entrego sua conta para outro diretor. Pare de me ferrar, não estou interessado em trabalhar com um malandro, soberbo e arrogante como você, tenha uma boa noite”, disse.

Iván também bloqueou o cliente no whatsapp. Ele ficou preocupado com a reação do seu chefe ao saber de sua resposta e compartilhou esse sentimento no twitter:

“Certamente isso vai me colocar em uma briga no escritório amanhã, mas é bom , é bom e muito bom “, escreveu Iván na publicação.

Mas, para surpresa de Iván, o chefe ficou 100% do seu lado e aprovou a atitude:

“Eles não me demitiram , pelo contrário , depois do ocorrido o cliente me procurou para apoiá-lo em seu evento no fim de semana porque as coisas não estavam indo bem para ele”, disse.

O cliente reconheceu seu erro e concordou em respeitar as horas de descanso de Iván. Final feliz 🙂

Fonte


Gostou? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

Comentários

* Pergunta anti-Spam,

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

single.php

Mensagens do Bem

Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

© 2019 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.