Reflexão

Ex-catador constrói posto de gasolina com as próprias mãos e realiza sonho

Existem pessoas no nosso país que nos enchem de orgulho em ser brasileiro e mostram que boa parte do povo é guerreiro e cheio de fé. Uma dessas pessoas inspiradoras é o Damião Vicente da Silva, de 47 anos, da Paraíba – Curral Velho: Damião perseguiu seu sonho durante 20 anos!

Nascido em família humilde ele tinha de lutar pelo pão de cada dia para sua família como catador de recicláveis. Pensando em aumentar a renda, o homem também passou a vender gasolina em garrafas pet pois na cidade de Dão (apelido do nosso herói) não havia postos de gasolina.

Então, no ano 2000, ter um posto de gasolina se tornou a meta da vida de Dão.

Ele passou 18 anos dividindo o pouco que ganhava: parte com o sustento da família, parte guardando dinheiro para realizar seu sonho. Apenas em 2009 Dão adquiriu o terreno onde o posto foi construído. Com a ajuda dos filhos, o homem ergueu seu posto de gasolina tijolo por tijolo.

“Eu comprava areia, cimento e tijolos e colocava as mãos na obra com os meus filhos. Eu que fui o pedreiro, eletricista e tudo que precisava ser”, explicou.

O atual empresário conta que ouviu muitas críticas e comentários depreciativos de desdém das pessoas que achavam que ele não seria capaz de abrir seu posto de gasolina. Em meio a tanta dificuldade e com o tempo passando, Dão conta que as palavras o atingiam em cheio e o desanimavam:

“Muitas pessoas me chamavam de doido. Eu enchia os olhos de lágrimas e pedia forças a Deus. Cheguei a perder o sono e não conseguia nem me alimentar”, confessou.

Felizmente nosso herói recebeu apoio incondicional de sua amada esposa, Alcileide Sabino Vicente, e de seus filhos. Dão diz que a ajuda da família foi FUNDAMENTAL principalmente nos momentos difíceis. Hoje todos trabalham no posto de gasolina.

Dão acredita que Deus é fiel e ouviu suas preces pois ele ganhou prêmios em duas rifas, um carro e uma moto. Ambos os prêmios foram vendidos e o dinheiro foi aplicado no posto.

“Eu tô muito emocionado e não sei falar bonito. Eu queria que todos que tivessem um sonho trabalhassem e não desistisse dele e arregaçassem as mangas. Quem luta, vence”, concluiu.

O posto de gasolina foi batizado como “Alta Maria”, por ser o nome da mãe de Dão. Uma homenagem a mulher que, além de o criar, emprestou dinheiro para o filho iniciar a venda de gasolinas nas garrafas pet, onde tudo começou.

No dia da inauguração da Posto de gasolina, apareceram pastores, o padre da paróquia local, autoridades municipais, comerciantes e os profissionais envolvidos no processo de legalização do estabelecimento. Com todas as bênçãos e apoio reunidos, as bombas de combustível foram abertas marcando o início de uma nova era para a cidade de Curral Velho. A alegria foi geral: Dão e a família realizados pela conquista e a população da cidade feliz pelo primeiro posto do local – agora as pessoas não precisariam ir para outras cidades abastecer os veículos.

“Fiquei muito feliz, muito emocionado. Me senti um homem consagrado. Sinto que o sofrimento para conseguir o pão de cada dia da minha família diminuiu. Quem trabalha, Deus ajuda”, concluiu Dão.

Fonte 2

Fonte

© 2012 - 2023 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.