Reflexão

Jogador de futebol doa fígado à mãe: “Ela me deu a vida e eu estendi a ela

Muitos pais fariam qualquer coisa pelos seus filhos mas muitos filhos também fariam tudo o que pudessem pelos pais. Esse é o caso do jovem jogador de futebol Robert Peric-Komsic, um atacante bósnio de 23 anos que joga no HNK Cibalia Vinkovci.
Por 13 anos, a mãe de Robert apresentou graves problemas de saúde. Infelizmente o estado de saúde da mulher atingiu um ponto crítico e ela precisou de um transplante de fígado. Nenhum parente era compatível para o transplante, apenas o jovem Robert.
O jogador não pensou duas vezes: fez uma pausa na carreira e foi salvar a sua mãe – mesmo sem nenhuma certeza de que ele poderia retomar a carreira após o procedimento:
“Sua vida estava em perigo , seu estômago estava se enchendo de água e era uma questão de dias . No momento em que soube que todas as outras opções estavam esgotadas , arrumei minhas coisas e voei para Istambul . Minha missão era clara, curar minha mãe. Todo o resto era menos importante ou completamente sem importância”, disse Robert.

Quatro meses após a operação pode-se dizer que tudo deu certo: a mãe está em processo de recuperação recebendo o tratamento necessário. E Robert está próximo de voltar aos gramados: “O fígado se regenerou quase completamente dois meses após a cirurgia . Acho que vou disputar uma partida muito em breve ” contou o jovem.

Com um bonito final feliz, o jogador diz não se ver como herói – ele fez apenas o que achou ser correto:

“Fugindo de alguma história de heroísmo, fiz o que pensei que qualquer pessoa que crescesse em uma família funcional faria. Minha mãe me deu a vida e eu estendi para ela, ela finalmente conseguiu uma nova vida depois de 13 anos de luta árdua“, acrescentou.

Fonte

single.php

Mensagens do Bem

Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

© 2019 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.