Reflexão

Mãe convidou toda a turma da filha, menos a menina que a intimida: “Não a queria na festa”

Atualmente é comum nas mídias sociais diversas discussões sobre educação e comportamento infantil. É interessante ver os diferentes pontos de vista e refletir sobre a melhor forma de cuidar dos pequenos.

Recentemente uma mãe foi criticada por alguns e elogiada por outras pessoas após “vetar” a criança que faz bullying com a filha da festinha de aniversário da menina.

A história foi compartilhada na rede social Reddit pela mãe da menina.

A garotinha Payton tem 7 anos e estuda em uma pequena escola com 20 crianças em sua série. A aluna que não foi convidada fez bullying com Payton várias vezes: Payton já chegou em casa chorando porque a outra menina a chamou de feia, muito gordinha e sempre tenta exclui-lá das brincadeiras.

A mãe explicou que diversas reuniões foram feitas com os pais e escola para resolver a situação mas nada tem alterado o comportamento da criança.

Por esses motivos Payton não queria a colega na sua festinha e a mãe respeitou a decisão da filha.

Para não criar constrangimentos, a mãe entregou os convites fora do ambiente escolar – diretamente para os pais.

O problema é que as festas de Payton costumam ser muito divertidas e as crianças só falam disso na escola, o que fez a outra menina ficar triste e se sentir excluída.

“A mãe da outras menina me ligou para falar sobre isso dizendo que agora sua filha está chorando, ela foi a única criança que não foi convidada e todo mundo na escola está falando sobre a festa. (As festas de Payton são conhecidas por seus colegas de classe por serem muito exageradas). Expliquei que a filha dela não é legal com a minha filha e por isso ela não foi convidada (a mãe sabe disso). A mãe disse que estou ensinando minha filha a ser um “valentão” e usar sua riqueza para fazer amigos. Eu discordei.” escreveu a mãe de Payton no Reddit.

Para conseguir que a menina fosse convidada, a mãe propôs que filha pedisse desculpas a Payton mas a proposta foi recusada.

O caso dividiu opiniões, algumas pessoas consideram que a mãe de Payton está respondendo “bullying com bullying” enquanto outras acreditam que seria horrível Payton ser obrigada a receber a menina que a agride em sua festa.

Um usuário deixou o seguinte comentário:

“Psicólogo aposentado aqui. Com base em seus comentários, direi que esta é uma das poucas razões apropriadas para excluir uma única criança de uma festa. A questão do bullying continua e não melhorou apesar das reuniões e conversas com os pais e a escola, certo? Por que diabos seria esperado que você convidasse o valentão de sua filha para sua casa para celebrar a vida de sua filha?

Você não precisa convidar ninguém para sua casa que você não se sinta confortável em ter lá e essa criança (e sua mãe) se encaixam. Seria uma violação horrível dos limites de sua filha trazer o valentão da escola para seu lugar seguro, sua casa. E por que alguém pensaria que o comportamento não continuaria na festa? Não há sugestão de mudança de comportamento iminente ou remorso, apenas uma criança que está brava com sua exclusão da diversão.

Acho que isso soa como uma lição muito importante a ser aprendida para o valentão, já que as consequências naturais (ser deixado de lado porque você é mau) são excelentes motivadores para a mudança… embora a postura de sua mãe me leve a suspeitar que ela não vai apoiar a filha da maneira que ela precisa, e isso é triste. Essa mãe precisa reconhecer e apoiar a tristeza e decepção de sua filha enquanto a ajuda a entender que isso é uma consequência natural do comportamento de bullying. […]

Sua preocupação é com Payton e sua segurança, seguida de seu conforto. Se alguém perguntar sobre a exclusão do valentão da festa, eu mostraria compaixão, mas não mediria palavras; diga a eles que é realmente muito triste você ter que excluí-la, mas que há um problema de longa data com o bullying e você não poderia convidar o valentão de Payton para arruinar sua festa, pois Payton precisa se sentir segura em sua própria casa. Algo que mostre compaixão pelo valentão, mas que seja firme em manter os limites para Payton. […]

Excluir garoto valentão da festa não é bullying, é manter limites. Os valentões gostam de acusar os outros do que eles mesmos fazem. Além disso, a mãe está obviamente atacando você com o “usar a riqueza para fazer amigos” (isso é apenas para tentar machucá-la porque ela está machucada). Não se envolva mais com essa mãe, se possível, até depois da festa. Suspeito que ela vai tentar manipulá-la novamente para que ceda. Não. A decisão foi tomada e você causará mais danos se ceder do que se mantiver a decisão original. Boa sorte mamãe, você está indo muito bem.”

E você, qual sua opinião? Conta para a gente nos comentários! 🙂

Fonte

single.php
© 2012 - 2023 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.