Reflexão

Mulher de 56 anos é criticada por usar roupas ‘juvenis’ E ela responde: “Vistam o que quiser”

Lonni Pike, mulher de 56 anos, tem se tornado inspiração de muitos com a sua vivacidade e energia.

A mulher é ativa na rede social Tik Tok. Lá, expõe suas tatuagens e seu estilo jovial, além de mensagens positivas que chamam a atenção de muitas pessoas.

Lonni faz questão de comunicar ao mundo todo o que aprendeu ao longo de sua vida. Com um lindo sorriso no rosto, ela declara:

“Viva a vida que você quer, porque você não está aqui para agradar ninguém”.

Apesar da sua alegria contagiante, a mulher também recebe muitas críticas. Ela é criticada por escolher um estilo mais jovial e moderno de se vestir, fazendo uso de botas, jeans, decotes e tatuagens.

Recentemente, uma pessoa comentou de forma bastante fria em um vídeo seu:

‘’Você não está muito velha para se vestir como uma adolescente?’’

Lonni não se afetou pelo comentário. Porém, decidiu responder mesmo assim, para que fosse um encorajamento para outras pessoas:“Geralmente não respondo a esses tipos de comentários, porque eles não me afetam. Mas são capazes de plantar sementes de dúvida na mente de muitas pessoas. Isso os torna incapazes de se vestir da maneira que desejam. Em sua homenagem, visto-me como uma adolescente. Esta é a minha roupa de hoje. Vistam o que quiserem!”

Mesmo em meio a comentários como esse, Lonni não abre mão da sua felicidade para agradar as pessoas ao seu redor.

Sendo uma incentivadora dos mais jovens e dos mais velhos, Lonni Pike prossegue em comunicar que ser feliz é o maior compromisso que alguém pode fazer por si mesmo.

‘’Não importa quem você seja, ou como você se parece, você só tem que ser feliz e ser você mesmo.”

Fonte: https://manualidadesfaceis.com/mulher-de-56-anos-e-criticada-por-usar-roupas-juvenis-e-ela-responde-vistam-o-que-quiserem


Autora
Débora Barros Gonçalves

single.php

Mensagens do Bem

Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

© 2019 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.