Reflexão

Mulher de 61 anos engravida mesmo após seu marido ter feito vasectomia

A sabedoria popular brasileira contida na frase “se é para ser, será” se mostra cada dia mais verdadeira.

É de conhecimento geral a dificuldade das mulheres em engravidarem após os 40 anos – é neste período que as mulheres enfrentam a menopausa, uma fase onde os hormônios de reprodução diminuem, ocorre o fim dos ciclos menstruais e, consequentemente, diminui as chances de gravidez.

Porém a norte-americana Jenny, que já passou pela menopausa, engravidou aos 61 anos. Aliado a isso, o marido da mulher também havia se submetido a uma vasectomia.

Jenny tinha certeza de que não poderia mais engravidar quando foi surpreendida pela chegada do terceiro filho do casal. Jenny descreveu seu bebê como um “milagre”, que surpreendeu ela e seu parceiro.

Apesar de gravidez não ser planejada, Jenny foi duramente criticada nas redes sociais. Ela ri dos comentários negativos que questionaram sua decisão de ter um bebê aos 62 anos.

Respondendo a uma pessoa que alegou “não ser saudável ter um bebê aos 35 anos”, Jenny brincou de volta: “Esse é um ponto muito bom, obrigado … Eu realmente aprecio sua orientação Neste momento.”

A mulher também diz que, enquanto recebeu críticas pela sua idade, o marido de 72 anos não ouve nenhuma reclamação, muito pelo contrário – foi parabenizado pela paternidade:

“Depois de assumir minha idade como uma grávida de 62 anos, é surpreendente que ninguém tenha se incomodado em perguntar a idade do meu marido. Ele recebe um bom e velho aperto de mão quando as pessoas descobrem que estamos esperando” desabafou.

Fonte

Fonte 2

© 2012 - 2023 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.