Reflexão

Mulher reclama de companhia aérea por ter sido chamada de “senhora” em vez de “doutora”

A britânica Doutora Siobhan O’Dwyer virou assunto nas mídias sociais e dividiu opiniões após uma publicação no Twitter. Tudo começou quando a mulher, professora de filosofia com Doutorado, embarcou em um vôo da companhia aérea australiana Qantas. No check-in um funcionário olhou o cartão de embarque que dizia Dra. Siobhan O’Dwyer, mas a tratou por senhorita O’Dwyer.

Então, a Doutora publicou em seu Twitter o seguinte texto:

“Olá @Qantas, o meu nome é Dra. O’Dwyer. O meu bilhete diz Dra. O’Dwyer. Não olhem para o bilhete e depois para mim e pensem que se trata de um erro para depois me chamarem de Senhora O’Dwyer. Eu não passei 8 anos na universidade para ser chamada de senhora.”

A mulher recebeu uma chuva de críticas. Diversas pessoas a acusaram de ter um ego inflado por ficar furiosa ao ser chamada de ‘senhorita’. Ela também foi acusada de reclamar dos “problemas do primeiro mundo.”

Um porta-voz da companhia aérea Qantas Airways respondeu a britânica: “Estamos extremamente orgulhosos da nossa tripulação, que atende respeitosamente os nossos clientes todos os dias e desempenha um papel vital na sua segurança.”

Após os comentários negativos, a mulher voltou ao Twitter: “Isto não foi sobre o meu ego. Foi sobre destacar um dos milhares de sexismos que as mulheres sofrem todos os dias. Não é sobre o título, é sobre o facto de que isto não teria acontecido se eu fosse um homem”.

E você, qual a sua opinião? Conte para a gente nos comentários!

Fonte

Fonte

Comentários (5)

  1. Realmente essa senhora de nariz empinado, mas há pessoas mesmo assim. Uma vez uma senhora dra, me disse que no bilhete de identidade não tinha o DRA. Querem se afirmar só pelo título, tristeza

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

single.php
© 2012 - 2023 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.