Reflexão

Pai raspa a cabeça de sua filha por caçoar de colega com câncer

Recentemente o programa de TV espanhol Espejo Público discutiu um vídeo que dividiu opiniões: as imagens de um pai que raspa a cabeça da filha a força para lhe castigar por ter praticado bullying na escola contra uma colega com câncer.
No vídeo que circula amplamente pela internet, o pai aparece raspando a cabeça da filha com uma máquina elétrica enquanto a menina chora. Em determinado momento ela diz “Não, não quero mais! Chega!”, então o pai responde “Nuca mais faça isso!”. As imagens dividiram opiniões: algumas pessoas acham que a menina mereceu o castigo, enquanto outras acreditam que este tipo de repreensão mostra que a jovem está apenas copiando o comportamento cruel que aprendeu em casa e o reproduzindo na escola.
“Esse ato de brutalidade me faz pensar em outras coisas . No bullying, o foco está na vítima, mas às vezes quem o pratica convive com essas situações. As crianças copiam o que veem em casa . Longe de me parecer um castigo adequado, acho que não. Eu não sei porque não tenho o contexto… mas penso sempre no agressor e em quem está em casa.” declara o jornalista Juan Soto Ivars.

Juan também revela que foi vítima de bullying na infância e que normalmente era praticado por crianças com vidas difíceis, vindas de famílias desestruturadas.

“Quando seu filho não é capaz de sentir a dor dos outros, você tem que explicar isso a ele, não causar-lhe uma dor que pode causar mais raiva e um desejo incrível de vingança”, complementou a jornalista Marta Robles.

Porém, alguns usuários viram a atitude como positiva: “Embora seja um caminho forte… às vezes serve justamente para aprender que devemos valorizar tudo o que temos e ter empatia e ver a realidade e o sofrimento dos outros […]  Bravo para você pai… é assim que você cria os filhos com caráter, educação e respeito.” comentou uma usuária.

E você, o que acha? Conte para a gente nos comentários!

Fonte

single.php
© 2012 - 2023 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.