Reflexão

Miss Tailândia nunca escondeu suas origens humildes de seus pais coletores de lixo

A modelo tailandesa Anna Sueangam-iam se tornou o centro das atenções do concurso Miss Universo. Mas a atenção que a jovem de 24 anos vem recebendo vai além da sua aparência – ela conquistou o respeito do mundo graças a sua atitude!

A Miss Tailândia não esconde de ninguém sua origem humilde, na verdade ela sente orgulho de sua história e gratidão pelo esforço de seus pais. Até mesmo após receber adjetivos duros como “a rainha da beleza do lixo”, Anna continuou contando a sua história de superação.

“Sou uma pessoa que cresceu num depósito de lixo”,  declarou a tailandesa. Na infância de Anna, sua família morava em uma das favelas mais pobres de Bangkok. O pai era coletor de lixo e a mãe varredora de rua, trabalhos que pagam pouco dinheiro, por isso Anna tinha que ajudar o pai no trabalho de recolher lixo, contribuindo na precária economia familiar. Na escola a vida dela não era mais fácil, sofria com as provocações dos colegas pois apesar de sua situação, sempre deixou claro que sonhava em ser uma rainha da beleza.

Mas a opinião e zombaria não foram capazes de parar a jovem sonhadora que, com muito esforço, se formou na Kasetsart University com um Bacharelado em Artes pela Faculdade de Artes e Ciências Liberais.

Quando conseguiu entrar para o Miss Universo Anna decidiu enviar uma mensagem poderosa ao mundo depois de usar um vestido com partes de latas de bebida, que ela chamou de “vestido de diamantes preciosos escondidos”. Tudo em homenagem aos pais.

“Você não deve ficar preso no ambiente sombrio em que nasceu, acredite que você tem o poder de mudar sua própria vida para melhor”  declarou a Miss para o mundo, desejando inspirar outros jovens sonhadores.

Fonte

single.php
© 2012 - 2023 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.