Reflexão

Restaurante proíbe a entrada de crianças: “Os filhos não são os mal-educados, mas os pais

Um restaurante está causando polêmica nas redes sociais e dividindo opiniões: o restaurante japonês Fuente La Lloba nas Astúrias, Espanha, virou assunto após optarem por não receber crianças menores de 6 anos de idade.

“Devido às características do local e de forma a manter um ambiente calmo, pedimos que tanto bebês como crianças com menos de seis anos NÃO sejam incluídas nas vossas reservas. Obrigado”.

Questionados do motivo para banir as crianças pequenas, o co-proprietário do local Eduardo Jiménez justificou:

“Este é um lugar pequeno que tem apenas seis mesas. Quando eles vêm, os bebês choram e gritam ou os pequenos começam a correr, entrando e saindo. Limpamos muitas janelas. Os filhos não são os mal-educados, mas os pais, que pensam que estão em casa. Por isso preferimos que não venham crianças, porque tivemos experiências ruins” finalizou.

Algumas pessoas acreditam que é um direito do restaurante definir este tipo de política e que diversas pessoas apreciariam um ambiente mais calmo e tranquilo, sem o barulho dos pequenos. Infelizmente acreditam que os pais não sabem mais como educar os filhos.

Porém, outras pessoas acreditam que esta política é o resultado de uma geração que valoriza mais os animais que as crianças:

“Os jovens de hoje preferem ter animais de estimação do que crianças, é uma tendência que é muito atenciosa com os amigos de quatro patas mas não muito amigável com bebês. Enquanto mais restaurantes ‘Pet-Friendly’ são criados, mais eles fecham as portas para os mais pequenos” escreveu o site Upsocl.

E você, qual a sua opinião: Você acha bacana uma opção de restaurante sem crianças ou isto seria resultado de uma sociedade que não sabe mais tolerar crianças? Conte para a gente nos comentários.

Fonte

single.php
© 2012 - 2023 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.
Normal