Reflexão

Morador de rua faz festa de aniversário para seus cachorros: os únicos amigos que ele tem na vida [Vídeo]

Em um parque da Colômbia, onde muitos vão para caminhar, fazer atividades físicas e ter um momento de descanso, foi vista uma cena apaixonante. Um dos visitantes, ao perceber o momento, não pôde deixar de registrá-lo em sua câmera.

Na escada do parque, quando já era noite, estava um morador de rua apelidado de Choco, junto a seus dois amigos de quatro patas, Salsicha e Nena. Via-se claramente que aquela era uma noite especial para eles.

Choco comemorava o aniversário de Salsicha, e garantia a ele uma linda festa. O homem colocou chapeuzinhos de aniversário em seus amigos e separou um bolo e velas para o momento.

Assim que terminou a festa, o rapaz que filmou o momento se aproximou do local para conhecer melhor aquele nobre amigo.

O rapaz ofereceu ajuda para Choco e seus cães, e postou o vídeo do aniversário nas redes sociais.

Surpreendentemente, o vídeo obteve muito sucesso. Muitos ficaram emocionados com aquela linda cena de amizade, e foram até o morador de rua para ajudá-lo com suprimentos.

Apesar do sorriso em seu rosto, Choco possui uma história difícil. Ele estava submetido a um lar abusivo, e viu nas ruas a sua única opção.

Mesmo sob essa condição, Choco faz de tudo para garantir que nada falte aos seus fiéis companheiros, Salsicha e Nena.

Devido às muitas visualizações que recebeu, ele recebe ajuda de muitas pessoas agora. O parque se tornou ponto de encontro de tutores com seus animaizinhos, que generosamente ajudam Choco da melhor maneira. 

Certamente, o destino reserva boas surpresas e um futuro melhor para Choco, Salsicha e Nena.

A história deste simples homem ensina-nos a celebrar amizades, ainda que enfrentemos dificuldades. Qualquer momento se torna mais doce com a companhia de verdadeiros amigos!

Fonte


 

Autora
Débora Barros Gonçalves

single.php

Mensagens do Bem

Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

© 2019 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.