Lindas parábolas curtas para pensar!

1. RECLAMAR OU AJUDAR?

O carro de uma senhora estragou em meio a um movimentado cruzamento. Isso é um pesadelo para qualquer um, mas ela manteve a cabeça no lugar e estava fazendo o melhor que podia para ligar seu carro novamente. Depois de várias tentativas, o motorista logo atrás dela começou a buzinar impiedosamente.

Depois de alguns momentos da incessante buzina, a mulher saiu do carro, caminhou até o homem no carro atrás dela e educadamente disse:

– Senhor, parece que estou tendo dificuldades para ligar meu carro. Se você puder fazer o favor de ajudar e conseguir ligar meu carro, eu ficarei muito feliz em me sentar aqui no seu lugar e buzinar para você.

Autor desconhecido

PAISLISTACAPA

2. AJUDA

Um menino pequeno estava se esforçando para mover um pesado armário, mas o móvel não cedia. Ele empurrava e puxava com toda sua força, mas não conseguia movê-lo nenhum centímetro. O pai, que ali chegava, parou para observar os esforços vãos do filho. Finalmente perguntou:
“Filho, está usando toda a sua força?”

“Sim, estou!” gritou o garoto, exasperado.

“Não”, disse calmamente o pai, “você não está. Não me pediu para ajudá-lo.

Autor desconhecido

textos lindos

3. O que eu gostaria de ser

Na sala de aula, a professora pediu aos alunos que fizessem uma redação com o título “O que eu gostaria de ser”. O tema era livre: as crianças poderiam ser um personagem, um objeto, uma pessoa ou um animal…

Já em casa quando corrigia as redações dos seus alunos, deparou-se com uma que a surpreendeu. O marido entrou na sala nesse momento e, vendo-a chorar, perguntou o que havia acontecido. Ela apenas lhe entregou a redação e pediu que lesse.

O marido começou a ler:

“Eu queria ser uma televisão. Quero ocupar o espaço dela, viver como ela vive.

Ter um lugar especial para mim e conseguir reunir a minha família ao meu redor.

Ser levado a sério quando falar, ser o centro das atenções e ser escutado sem interrupções e perguntas.

E se eu estiver calado, quero receber a mesma atenção que a televisão recebe quando não funciona.

Ter a companhia do meu pai quando ele chega em casa, mesmo cansado.

Que a minha mãe me procure quando estiver sozinha e aborrecida, em vez de me ignorar.

Que os meus irmãos briguem para poderem estar comigo!

Quero sentir que a minha família deixa tudo de lado de vez em quando, para passar alguns momentos comigo.

Por fim, como a televisão faz, quero poder divertir a todos de minha família.

Se eu fosse uma TV, eu viveria com a mesma intensidade que a televisão da minha casa vive.”

Ao terminar de ler, o marido emocionado diz para a esposa:
– Meu Deus, coitado desse menino… que pais que ele tem!
A professora olhou bem nos olhos do marido e disse chorando:
– Essa redação é do nosso filho!

Autor desconhecido

 mensagens-de-incentivo

4. EXECUTAR NÃO É TUDO, COMUNIQUE-SE !

Um jovem executivo estava saindo do escritório
quando vê o presidente da empresa com um
documento na mão em frente a máquina de “picotar”
papéis.

– Por favor, diz o presidente, isto é muito
importante pra mim, e minha secretária já saiu.
Você sabe como funciona esta máquina?
– Lógico, responde o jovem executivo!
Imediatamente tira o papel das mãos do presidente,
liga a máquina, enfia o documento e aperta um
botão.
– Excelente meu rapaz! Muito obrigado… Eu
preciso só de 1 cópia. Onde sai?

Executar não é tudo!!!

Pense, pergunte, espere a resposta, analise e
então execute.

Autor desconhecido

falcao_abre_asas

5. Garras poderosas

Um rei recebeu como obséquio dois filhotes de aves de caça e os entregou ao mestre da “cetreria” para que os treinasse para a próxima temporada de caça, entretenimento dos nobres da época, enquanto esperavam por alguma guerra.

Passados alguns meses, o instrutor comunicou ao rei que uma das aves já estava com toda sua performance de caça pronta para ser testada, mas que a outra ave não tinha se movido do seu galho desde que tinha chegado ao palácio, a tal ponto de que tinham que lhe alcançar a comida, para que não morresse de fome.

O rei, um sujeito muito hábil, mandou chamar curandeiros e até senadores para que verificassem qual o problema com a ave, mas de nada adiantou, ela não saía do lugar…

Pelas janelas dos seus aposentos o monarca podia ver o pássaro imóvel no galho, e mesmo que sua pose fosse autêntica e seu corpo delineado, faltava-lhe a qualidade principal que era voar.

Publicou por fim um anúncio entre seus súditos procurando alguém que ensinasse o pássaro a voar. Na manhã seguinte, viu a ave voando agilmente pelos jardins!

– Traga-me o autor desse milagre! Quero recompensá-lo e aprender sua técnica mágica – disse o rei.

Quando o sujeito é apresentado, o rei lhe pergunta:

– Como conseguiste? Tu és mágico, por acaso?

E o homem respondeu:

– Não alteza, apenas observei que se cortasse o galho onde a ave se agarrava, ela iria precisar de algo mais, e isso eram suas asas…

Autor Desconhecido


Gostou da seleção? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

Tags:

Comentários (1)

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

* Pergunta anti-Spam,