Você lembra da atriz Cecília Dassi? Ela largou a carreira de atriz e está fazendo vídeos de psicologia incríveis no Youtube [vídeo]

Cecília Dassi trabalhou por muitos anos como atriz na Globo, o sonho de muita gente. Mas, para deixar todo mundo de queixo caído, ela largou a carreira, se formou em psicologia, começou a trabalhar como coaching e abriu um canal no youtube para falar de psicologia.
Cecília Dassi trabalhou por muitos anos como atriz na Globo, o sonho de muita gente. Mas, para deixar todo mundo de queixo caído, ela largou a carreira, se formou em psicologia, começou a trabalhar como coaching e abriu um canal no youtube para falar de psicologia.

Se você está curioso do porque Cecília ter largado a carreira, ela explicou tudo no seu facebook:

“”Você tinha que voltar a fazer novela”

Por quê?
Esse tipo de afirmação me deixa curiosa até hoje. E olha que já ouvi muito.
Sou muito mais feliz com meu trabalho hoje, sou realizada e orgulhosa, faço planos, enxergo com brilho nos olhos meu futuro profissional e tudo que quero realizar….
Mas continuo ouvindo que eu “tinha” que “voltar pra telinha”.
Minha hipótese é que isso venha de uma ideia (muito comum) de que ser “ator famoso” é o sonho de qualquer pessoa. É como se eu fosse OBRIGADA a “aproveitar a oportunidade”, já que eu tive.
Mas eu tenho direito, assim como todos vocês têm, de dizer NÃO.
Decidi falar tudo isso porque sei o quanto pode ser difícil migrar de carreira.
Sei o QUANTO é desafiador tomar a decisão de largar algo já construído e trocar por algo totalmente novo.
Recebo frequentemente pessoas que sofrem porque “deveriam” estar felizes já que têm algo que todos acham que é maravilhoso.
Não, você não é o único que quer abandonar algo que te dá muito dinheiro mas faz sua vida não ter sentido, ou que te dá poder e status mas te trouxe crises de pânico, ou aquele algo que seria o sonho de muitas pessoas mas te faz sentir vazio e/ou sujo, algo que você sempre disse que queria mas quando conseguiu percebeu que não era como você imaginava…. algo que faz as pessoas te invejarem mas que faz você invejar todos só por não serem você.
Não se resigne a viver assim só por medos medos medos medos e mais medos.
SEMPRE É TEMPO DE MUDAR!
Não dá pra se afobar, agir por impulso e meter os pés pelas mãos, mas DÁ, SIM, para, aos poucos, planejar e construir o futuro que você deseja.”, disse.

Confira os vídeos sobre psicologia que Cecília compartilha no youtube:

Depressão NÃO é cool!

“Em tempos de depressão e suicídio em pauta quis acrescentar algo importante: grupos que reunem pessoas depressivas podem, sim, ser positivos e acolhedores mas também podem ser (e devo dizer que geralmente costumam ser) aaaaaaaltamente destrutivos! Depressão não se “pega” como um vírus, não surge do dia pra noite, ela vai se instalando de acordo com seu modo de viver. Não romantize a depressão, não ache que ser deprimido e pessimista te torna especial ou melhor que o resto da humanidade. Se perceber que algo não vai bem com você, PROCURE AJUDA ESPECIALIZADA!”

Eu sei, mas não consigo mudar!

Vídeo sobre culpa e transformação 🙂

 

Vivendo e aprendendo – Minha cirurgia refrativa

” Hoje decidi dividir com vocês uma experiência pessoal que me ensinou muito, espero que vocês possam aprender sem precisar passar por taaaanta dor de cabeça! Mesmo quando o erro é do outro, se a vítima formos nós, precisamos nos preservar. Aprendi da pior forma e espero evitar que vocês passem por isso.”

As redes sociais estão te fazendo bem?

“Será que sua relação com as redes sociais tem sido positiva pra você?

Você procura pessoas com as quais se identifica, com as quais aprende coisas, compartilha pensamentos, se sente bem? Ou está usando o tempo precioso da sua vida pra ficar lamentando não ter a “vida perfeita” que as pessoas que você segue (supostamente) têm, buscando um ideal totalmente distante das suas possibilidades e dos seus valores?”


Gostou? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

single.php
COMENTÁRIOS (4)
  1. Sempre acreditei que o meio artístico era mesmo podre. Atores e atrizes que não tem nenhuma intimidade trocam beijos e carinhos sem o menor pudor, como se esse tipo de coisa fosse mesmo arte. A semelhança entre essas atuações e prostituição não é mera coincidência, e não adianta os defensores do politicamente correto gritarem que são coisas distintas porque não são. Seja com for, cada um é livre para fazer e pensar o que quiser, mas deve estar preparado para suportar as consequências. Parabéns,Cecília
    Apesar da pouca idade deste uma grande lição de maturidade.

  2. Com todo o respeito, Maria, mas em que século você vive. Comparar interpretações artísticas com prostituição é completamente descabido. Atores e atrizes trabalham com um enredo pré determinado e ali encenam o que o autor da obra escreve. É um trabalho complexo que envolve muita técnica e desprendimento, principalmente por romper com certos pudores exagerados. Gostaria que você me respondesse, com toda a sinceridade, se não gosta de assistir a um bom filme? Na verdade nem precisa, eu já sei a resposta e você também. Seja mais flexível e menos dura em seus julgamentos e comparações.

  3. Arte e prostituição não tem nada a ver, mas falso moralismo com pessoas hipócritas sim!!! Vemos um exemplo acima! Adoram dizer como os outros devem agir, mas agem de forma podre no dia a dia… vai entender! Aposto que é crentelha! Religião é algo cultural, é só mais uma no meio de muitos descerebrados.

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

* Pergunta anti-Spam,

single.php
  • Sigam-me os bons!