Reflexão

3 vícios que estão atrasando a sua vida (mesmo que você não ache)

“Por que a minha vida anda mais perdida que cachorro em dia de churrasco?” Se você nunca disse essa frase bizarra mas entende o sentimento de confusão e desespero de quem sente que nunca consegue ir para frente, pode ser que você esteja viciado em uma destas 3 coisas sem perceber:

1. “Será que eu consigo?”

Nada de bom vem depois dessa pergunta. Pensamentos como “será que eu consigo?” colocam um foco errado na questão, levando para uma linha de pensamento auto-destrutiva porque abre dúvida em relação a sua própria capacidade. É só você pensar: se tivesse que escolher uma pessoa para seguir, você iria no grupo liderado por alguém que diz “será que eu consigo” ou para o líder que diz “como eu consigo”?

Quantas vezes ao dia você passa duvidando das próprias capacidades? Pensar assim destrói sua auto confiança e motivação, afinal, se nem você acredita muito que pode fazer as coisas não é o seu chefe, filhos ou amigos que irão acreditar…

Mas aonde está o vício? Vamos a definição da palavra vício:

“Dependência física ou psicológica que faz alguém buscar o consumo excessivo de algo”

Se você tem dificuldades em largar este tipo de pensamento, meu amigo(a), você está viciado nele. Você pode ter aprendido na sua infância a não confiar em si mesmo, copiando o comportamento de seus pais, professores ou amigos. Isso se torna uma verdade tão forte para algumas pessoas que auto confiança soa algo bobo e impossível.

Como largar? Lute contra ele, sempre que vier a sua mente reveja a questão por um olhar mais produtivo. Do tipo:

“Se os outros conseguem eu também consigo. Vou fazer essa desgraça até dar certo”

Essa é a única cura que eu conheço.

2. Hmm só um docinho…

Ahhh comer é bom. Pensar em um bolo de chocolate já faz a gente ter aquele brilho no olhar. Só que tudo que é bom cobra um preço.

Você já está careca de saber que doce faz mal, gordura trans faz mal, comida processada faz mal. Então, por que diabos a gente continua comendo tanta porqueira? Isso se chama vício.

Eu era viciada em açúcar: Quando eu tinha 20 anos chegava a almoçar milk-shake no caminho do meu estágio. Passava a tarde toda letárgica, sem energia e motivação. Ué mas açúcar não da energia? No início dá, afinal, ele joga a glicose lá em cima. Mas açúcar no corpo é veneno e o organismo precisa baixar essa glicose imediatamente, daí vem aquele sono, cansaço, depressão. Comida é o nosso combustível, precisa dar nutrição, deixar nosso organismo em bom funcionamento, e não apenas dar prazer.

“Ainn mas e o prazer, aonde fica?” Deve ser o mesmo argumento de quem usa pedra. Se algo está te fazendo mal, o prazer fica em ser saudável, ter energia e disposição, evitar doenças físicas e psicológicas, saber que tem auto controle. E a comida de verdade também traz prazer ao ser comida. Imagina um feijão com mandioquinha, carne de panela, salada e ovo?

Deixe o doce para momentos esporádicos. Cortei o açúcar da minha rotina e te digo, não me arrependo nenhum segundo: Antigamente acordava numa lezera, sem energia para nada, vivia com dor de cabeça, para baixo. Minha vida mudou quando comecei a comer direito.

3. Perfeccionismo

Tem gente que acha bonito dizer que seu “maior” defeito é ser perfeccionista. Além de isso ser uma mentirada dos infernos, perfeccionismo é um veneno. Porque cada coisinha que sair errada no planejamento do perfeccionista já vai  joga-lo para baixo e o fazer desistir de tudo, afinal, meu Deus ele falhou! Pecado mortal! Aliás, você sabia que todo o bebê que falha ao dar os primeiros passos já está MANCHADO PARA SEMPRE POR SUA VERGONHA? É, ele esta destinando a ser um bebê “falhador”, um párea entre os bebês vencedores que rirão de sua derrota. Isso é ironia, uma tentativa de mostrar o ridículo da situação.

Presta a atenção: Qualquer diacho de coisas que você começar a fazer começará dando errado. Crescimento não é uma coisa bonitinha e linear, que vai em uma crescente reta. Não, crescimento é altos e baixos, o mundo caindo na sua cabeça. Ficar repetindo para si mesmo que não pode falhar só vai deixar tudo mais difícil…e chato.

O que fazer? De novo, só conheço uma solução: se auto educar. Quando você começar com essas cobranças mude o foco. Na medida que as coisas forem dando certo, você vai mudando esta programação.


Gostou? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

Comentários (4)

  1. Eu ri muito com a forma que as reflexões foram escritas mas, levei bem a sério pq realmente faz todo sentido! Obrigada!

* Pergunta anti-Spam,

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

single.php

Mensagens do Bem

Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

© 2019 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.