imagem-capa.php

5 lições de vida poderosas que aprendemos assistindo nosso amado Chavinho

Chaves é um programa incrível, que atravessa gerações. Apesar de seu primeiro episódio ter ido ao ar em 20 de junho de 1971, o show ainda consegue ser pertinente, divertido e atual. Claro que uma serie tão especial nos proporcionaria algumas reflexões, espia:
Chaves é um programa incrível, que atravessa gerações. Apesar de seu primeiro episódio ter ido ao ar em 20 de junho de 1971, o show ainda consegue ser pertinente, divertido e atual. Claro que uma serie tão especial nos proporcionaria algumas reflexões, espia:

 

Ninguém é perfeito

Uma das coisas mais bacanas em Chaves é que todos os personagens são humanos e possuem defeitos: Dona Florinda é agressiva, Seu Madruga preguiçoso, Professor Girafales é egocêntrico, Chiquinha é manipuladora,Quico é esnobe…e assim por diante.

Mas apesar das falhas evidentes, todos são boas pessoas e demonstram grandes gestos em vários episódios.

Chavinho nos lembra que precisamos tolerar os defeitos alheios, e também a não desanimar com os nossos próprios defeitos. Todos podemos melhorar mas a perfeição é algo impossível. Os defeitos não nos fazem más pessoas.

Cuidado com círculo viciosos

Os episódios costumam repetir um mesmo círculo vicioso: Chaves bate no Quico, Quico conta para dona Florinda, Dona Florinda deduz precipitadamente que a culpa é do seu Madruga e bate nele, Seu Madruga culpa o Chaves e bate nele.

E assim a vida segue, sem que nenhum dos personagens consiga quebrar essa corrente.

Todo mundo tem seus próprios círculos viciosos e só conseguimos acabar com esses paradigmas repensando nossos impulsos e rotinas.

Todos temos algo a ensinar

Seu Madruga é um dos personagens com o menor grau de estudo formal na serie, mas ensina as mais bonitas lições. Todos os personagens centrais passam alguma moral em certo momento.

Chavinho nos lembra que todo mundo sabe alguma coisa a mais que a gente. Precisamos ter humildade para reconhecer e aprender.

Fale menos e faça mais

Em um episódio de Chaves, professor Girafales está mostrando a Dona Florinda e Quico os desenhos que os alunos fizeram. Um dos desenhos está em branco, então Chaves diz que esse é o seu café da manhã de todas as manhãs. Professor Girafales fica triste e faz um discurso emocionado sobre como é terrível a realidade das pessoas que não tem nada para comer, enquanto todos ali concordam e devoram as bolachas trazidas por Dona Florinda…na frente do Chaves, que está faminto assistindo a comilança e não ganha nenhuma bolacha.

Esta é uma das cenas mais inteligentes da serie e nos faz pensar a distância entre as palavras e as ações.

Não faça as mesmas coisas esperando resultados diferentes

Em todos os episódios aonde aparece o Seu Barriga, o locatário surge com uma estratégia parecida para evitar as pancadas do Chaves e a história sempre se repete: Seu Barriga apanha, sem conseguir fugir do seu destino.

Apesar de usar artifícios diferentes, a lógica que ele usa é sempre a mesma. Então, para ter um resultado diferente é necessário fazer as coisas de um jeito diferente.

O poder do humor inocente

Chaves deixa a maior lição de todas: o humor leve também pode ser muito divertido. Não estamos criticando outros tipos de humor, mas é bacana um programa feito para toda a família ainda arrancar tantas risadas e se eternizar nos corações de todos nós, fãs de Chavinho!


Gostou? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

single.php

Mensagens do Bem

Aqui tem!! Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

  • Sigam-me os bons!