imagem-capa.php

6 dicas para elevar sua autoestima agora mesmo!

Você está se sentindo mal consigo mesmo? Sente que a autoestima está lá no dedão do pé? Calma, você pode virar esse jogo! Espia essas 6 dicas de como se sentir bem na própria pele:
Você está se sentindo mal consigo mesmo? Sente que a autoestima está lá no dedão do pé? Calma, você pode virar esse jogo! Espia essas 6 dicas de como se sentir bem na própria pele:

1. Se esforce para fazer o que você se propôs a realizar hoje

Discipline-se a fazer o que você sabe que é certo e importante, embora difícil. Este é o caminho para o orgulho, auto-estima e satisfação pessoal.
Margaret Thatcher

Ás vezes a gente tem impressão que o ócio e o entretenimento são o que nos fazem sentir bem. Descobri que, apesar do descanso ser importante, são as nossas realizações pessoais e profissionais as responsáveis pela autoestima.

Construir um relacionamento sólido com quem amamos, estar disponível para ajudar, realizar nossos projetos profissionais, fazer um prato gostoso no jantar ou deixar a casa em ordem. Realizar faz com que nos sintamos poderosos, prontos para o que der e vier. Afinal, nada mais desmotivaste do que terminar o dia sem fazer nada  que planejamos: isso abala nosso amor próprio, nos faz sentir inúteis.

Faça o que precisa ser feito e corresponda as suas próprias expectativas.

2. Mude a sua visão a respeitos dos erros

Não tenha medo de erros; erros não são pecados; erros são formas de fazer as coisas de maneira diferente, talvez criativamente nova. Não seja um perfeccionista. É uma maldição, uma prisão, quanto mais você treme mais erra o alvo. Não fique aborrecido por seus erros; alegre-se por eles; você teve a coragem de dar algo de si.
Autor Desconhecido

O medo de errar ou a constante culpa pelos erros do passado destroem nosso amor próprio. Mas, por que nos torturamos tanto?

Talvez porque olhamos o erro como algo pejorativo.

É claro que não é agradável errar, mas é uma etapa necessária para o aprendizado. Afinal, um bebê só aprende a caminhar caindo. Imagina se ele tivesse medo de errar, provavelmente jamais andaria.

O problema não está em errar, e sim cometer sempre o mesmo erro. Então, olhe os seus erros com mais compaixão. Esqueça os equívocos antigos e se concentre no futuro: temos um monte de novos erros para cometer, afinal, ainda há muito para aprender.

3. Se afaste de quem te bota para baixo

Se existe alguém em sua vida que dirige palavras negativas a você diariamente e o faz sentir mal na própria pele, talvez seja a hora de se afastar.

É muito difícil preservar a autoestima quando existe alguém atacando, nos fazendo acreditar que não somos bons o bastante.

Você não merece se condenar a conviver com quem te faz mal.

4. Foque seus pensamentos no que é produtivo

Se pensarmos em coisas felizes, seremos felizes. Se pensarmos em desgraças, seremos uns desgraçados. Se pensarmos em coisas assustadoras, viveremos com medo. Tu não é o que pensas que é; tu é o que tu pensa.
Dale Carnegie

A nossa maior força está na mente. Nossos pensamentos definem o nosso destino.

Se pensarmos que somos capazes, seremos capazes. Se, ao invés de termos pena de nós mesmo, amaldiçoando a  nossa própria sorte, começarmos a pensar nas soluções para nossos problemas, com certeza conseguiremos encontrar uma saída. Não tem nada de produtivo em remoer defeitos, más recordações ou criar lamentações.

A autoestima começa em nossos pensamentos.

5. Faça uma lista com tudo o que você admira em si mesmo

Todas as maravilhas que você precisa estão dentro de você.
Sir Thomas Browne

Você, assim como eu, pode se sentir um pouco bobo criando essa lista logo no início. Mas, além de desenvolver uma visão mais positiva de si mesmo, esse exercício é muito útil para conhecermos nossas ferramentas, o que fazemos bem e o que não fazemos tão bem assim. Esse conhecimento nos ajuda a tomar melhores decisões em nossa vida.

Se você está com dificuldade em fazer a autoanálise, clique aqui e faça o teste de personalidade. Ele vai te ajudar a identificar qualidades e defeitos.

6. Fuja das comparações

A única pessoa com a qual você pode se comparar é com você mesmo, no passado.
Sigmund Freud

Se comparar com as pessoas é muito perigoso, improdutivo e injusto com você. Todos temos uma história, nossas próprias capacidades, traumas e cultura familiar.

Você pode vir a se comparar com alguém que tem um talento diferente do seu ou mais oportunidades na vida.

É difícil saber aonde tudo fica diferente. O certo é que sua autoestima irá ficar muito mais fortalecida se, ao invés de se comparar com os outros, você se comparar com você mesmo, no passado 🙂


Gostou? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

single.php

Mensagens do Bem

Aqui tem!! Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

  • Sigam-me os bons!