Reflexão

6 Passos simples para se livrar do desânimo e se organizar na quarentena

É natural o ser humano sentir angustia diante de tantas incertezas como as que estamos passando, somente um idiota ou psicopata olharia o cenário atual sem sentir medo algum. Mas o medo é apenas um apontamento de risco, uma seta indicando que devemos ter cautela. Não é útil se apaixonar pelo medo e se deixar controlar por ele porque, fazendo isso, perdemos totalmente o controle da situação. O medo descontrolado desanima e nos cega. Se você está seguindo todas as orientações ótimo, você está fazendo tudo que pode e bola pra frente. A melhor forma de contribuir com nossa família, amigos e sociedade é controlar os medos, manter a cabeça no lugar e conservar nossa força interior para enfrentar todos os problemas.

Uma atitude inteligente é aproveitar o tempo da quarentena para organizar a vida e desenvolver novas capacidades. Fazendo isso você ganha auto-estima, fica mais preparado para o que vier e começa a seguir em frente.

1. Filtre as notícias

Qual criatura se sentirá motivada e manterá a cabeça no lugar acompanhando catástrofes o dia todo? Passar o tempo acompanhando tudo de pior que está acontecendo no mundo só irá te deixar triste, de joelhos diante do medo.

Precisamos conservar a esperança para ter motivos de fazer as coisas: ao fazer um bolo, o fazemos na esperança dele ficar gostoso. Ao fazer atividades físicas, as fazemos na esperança de nós ficarmos “gostosos”. E, ao acordar pela manhã e fazer nossas atividades, as fazemos na esperança de um futuro melhor.

Mas, se passamos o dia vendo as piores previsões, que energia teremos para fazer qualquer coisa? Não estou dizendo que você deve se manter alienado, mas qual a real necessidade de passar o dia todo acompanhando notícias? Se você olhar as notícias apenas no fim do dia as coisas não estarão tão diferentes do início da manhã.

2. Anote as coisas que você gostaria de fazer na Quarentena 

Para decidir o que fazer você precisa considerar todas as suas opções. O que você realmente quer fazer com o seu tempo?

Aprender um novo idioma? Dar a MAIOR FAXINA EVER na sua casa? Ler livros que estão esquecidos na estante? Congelar comidas no congelador? Fazer exercícios físicos? Fazer uma horta? Estudar? Lamber o próprio cotovelo?

Anote o que fará e pesquise a melhor forma de fazer cada coisa. É muito empolgante criar esta lista, ainda mais com um cafézinho recém passado do lado!

3. Crie um plano

Trabalho em casa faz muito tempo e nesse tempo descobri que sim, ter um planejamento faz toda a diferença. Não adianta saber o que fazer mas não pensar em como fazer. É igual a decidir fazer uma lagosta: ela não irá aparecer magicamente no seu prato. Você precisará pesquisar aonde vende a lagosta, se está no seu orçamento, qual a melhor forma de fazer o pobre bicho…

Pense em estruturar a sua rotina diária, anote o que você deseja fazer na semana e estipule momentos para cada tarefa. Mas por favor, seja razoável com o tempo, não se cobre demais senão você desiste e não fará mais nada. Faça aos poucos.

4. Fique atento ao que você come

Imagina que amanhã você ficou muito louco e decidiu tomar de café da manhã 1l de guaraná, 1 pote de sorvete de coco e 5 sonhos de padaria. Qual será a sua energia neste dia? Como estará o seu humor, você vai se sentir bem digerindo tudo isso?

E se no outro dia você decidisse mudar seu café da manhã para um omelete e 3 fatias de abacate? Qual seria a sua disposição após comer?

O que comemos é o nosso combustível e influencia na disposição para fazer nossas tarefas. Se você come muita porcaria, se sente cansado, triste, sem energia. Se você come bem seu corpo funciona melhor, inclusive o seu cérebro. Ou seja, emoções mais positivas e melhor qualidade de raciocínio.

É complicado comer direito preso em casa o dia todo, a vontade de comer bobagem é constante. Mas lembre-se: na sua vida, você dificilmente precisou estar tão bem de saúde como agora.

5. Seja Razoável, comece devagar

Ao exigir muito de si mesmo, você pode acabar ainda mais infeliz. Se você quer ser uma pessoa organizada e deseja se manter assim de agora em diante, pense que não fará diferença no ano que vem se você começou com calma ou fez de forma radical, aos “trancos e barrancos”.

A maioria das pessoas quer mudar as coisas da noite para o dia e por isso quase todos os planejamentos falham. Para conseguir resultados diferentes, é necessário ações diferentes.

Força de vontade e disciplina são áreas que você precisa desenvolver no cérebro. É como fazer musculação: cada dia você fica um pouquinho mais forte.

6. Esqueça os horários

Esta dica desenvolvi com anos de home office. As vezes você não vai acordar cedo estando em casa, sabe porque? Porquê nem sempre isso é inteligente.

Por exemplo: Se hoje você dormir mal, não faz sentido amanhã acordar com as galinhas se ainda estiver cansado. É ilógico pois seu dia não será produtivo com sonolência;

Então, como não desorganizar a sua rotina?

Tenha a audácia de começar o dia de forma sempre igual, independente da hora que acorde. Acordou as 10h? Então tome seu café da manhã e almoce mais tarde. 

Meus horários começam a contar a partir da hora que eu acordo, e não da hora no relógio. Se acordo as 5, paro de trabalhar mais cedo. Se acordo as 8, para de trabalhar mais tarde. É simples e libertador.

E quando a tristeza bater lembre: Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca se acabe. 


Gostou? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

Comentário (1)

  1. Nossa seus artigos são ótimos! Me ajudam muito. Obrigada por compartilhar suas experiências conosco. 💕

* Pergunta anti-Spam,

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

single.php

Mensagens do Bem

Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

© 2019 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.