imagem-capa.php
Reflexão

Método japonês para combater a preguiça: a regra do minuto

A maioria das pessoas deseja, do fundo do coração, largar velhos hábitos e adquirir novas ações mais saudáveis e produtivas. Com empolgação planejam seus novos hábitos para a próxima manhã, semana ou ano. Passa o tempo e a realidade cruel aparece: a maioria de nós continua no mesmo lugar que estava. Então, como mudar este ciclo vicioso?

A filosofia japonesa conhecida como kaizen ajuda a trazer mudanças com sabedoria e sem estresse. A prática é amplamente usada em empresas de grande porte.

Como o Kaizen funciona?

A palavra é traduzida da seguinte forma: “kai” é mudança e “zen”  sabedoria.

Inicialmente a filosofia se concentrou na melhoria dos processos de produção em empresas. O objetivo é melhorar a produção alterando os padrões para que não haja perdas. No Japão essa filosofia foi aplicada pela primeira vez após a Segunda Guerra Mundial em várias empresas japonesas (incluindo a Toyota) para acelerar a restauração da produção destruída.

Entretanto, o”kaizen” se espalhou pelo mundo depois que o filósofo japonês Masaaki Imai, em 1986, expôs a idéia em seu livro com o mesmo nome – “Kaizen”. Ele explicou que a filosofia significa a orientação de toda a vida para a melhoria contínua.

Mas você pode estar se perguntando: o que eu tenho a ver com isso? Como esse conceito se aplica a mim?

Primeiro você precisa saber que para formar um novo hábito é preciso de pelo menos 21 dias, para o cérebro incorporar a ação na rotina.

O “princípio de um minuto” pode ser considerado o conceito mais valioso desta filosofia. Sua idéia é de que uma pessoa deve fazer uma determinada coisa exatamente em um minuto, mas isso deve acontecer todos os dias e sempre na mesma hora.

O que pode ser feito em um minuto? Você pode pular corda, fazer ginástica para os olhos, repetir palavras em um idioma estrangeiro, realizar exercícios para melhorar sua dicção… Ou seja, a lista é enorme.

Se antes os exercícios pareciam difíceis de executar, pois demoravam muito tempo, em um minuto parecerão pouco. No entanto, aproveitando esse momento de sua vida com algo útil para si mesmo, você sentirá orgulho por ter superado a preguiça. Isso te libertará dos sentimentos de culpa e a superar a insegurança.

Um pouco de sucesso levará a mais sucesso: fazendo apenas um minuto, você sentirá a necessidade de fazer mais para alcançar melhores resultados. Você aumentará para 5 minutos, 15 minutos, 30 minutos… E isso é UMA GRANDE COISA.

As ações diárias de um minuto desenvolvem o poder do hábito, permitindo que uma pessoa se torne mais organizada e responsável, e formando o hábito de trabalhar a si mesmo levará a mudanças mais importantes.

Não é por acaso que essa técnica se originou no Japão. A percepção japonesa da vida é realmente muito diferente da européia: os japoneses entendem que há coisas na vida que eles podem influenciar, mas há coisas que não mudarão, mesmo que o desejo seja grande. E se você não tentar mudar o imutável, poderá salvar seu estado físico e mental. Além disso se o objetivo for definido, eles o alcançarão, apesar dos desastres naturais.

Portanto, aqueles que adotam a filosofia kaizen ou mesmo o princípio de um minuto como princípio de vida acabam não apenas com a preguiça, mas mudam também outras deficiências.

Fonte


Gostou? Deixe um comentário abaixo! Sua opinião é muito importante para nós e possibilita a edição de assuntos voltados cada vez mais para os seus interesses.

Comentários

* Pergunta anti-Spam,

O seu email não será publicado. Campos com * são obrigatórios ;)

single.php

Mensagens do Bem

Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

  • Tenha um
    Bom Dia!
  • Tenha uma
    Boa Tarde!
  • Tenha uma
    Boa Noite!
© 2019 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.