Reflexão

Mulher de 42 anos aprende a ler graças ao filho de 11 anos

Uma mulher brasileira emocionou o mundo todo com a sua história de vida. Sandra Maria de Andrade, de 42 anos, realiza o maior sonho de sua vida: aprender a ler.

Quem tornou isso possível foi o seu filho mais novo, de apenas 11 anos. Desde muito cedo, o menino prometeu à mãe que iria ensiná-la a ler assim que aprendesse. E assim ele fez.

Sandra não teve uma vida fácil. Sua mãe a abandonou quando tinha só 3 anos, e sendo apenas uma pequena criança, sua avó a entregou para um casal. Era apenas o início de uma jornada de dor e sofrimento.

O casal obrigada Sandra a trabalhar na limpeza, e proibia a menina de ir para a escola. A mulher conta que, certa vez, viu crianças com cadernos, a caminho da escola. Então ela disse ao casal:

‘’Eu queria ir para onde eles estão indo’’.

Prontamente, eles responderam: ‘’Vá trabalhar’’.

Aos prantos, ela prosseguiu nos trabalhos domésticos.

Aos 12 anos, Sandra resolveu dar um basta em tanto abuso. Tentou retornar para a sua mãe, mas ela rejeitava Sandra sempre que a via.

Foi recebida, enfim, por alguns vizinhos, mas logo depois, Sandra foi às ruas. Na solidão das ruas, ela, sendo apenas uma adolescente, comia do que encontrava do lixo.

Aos 13,  recebe a proposta de viver com um que iria lhe dar abrigo e sustento.  Com esse homem, Sandra viveu dias ainda mais terríveis. Era um relacionamento abusivo, em que ela sofria agressões severas.

Sob essas condições, Sandra teve 3 filhos. Até que, no dia 12 de junho de 1996, a mulher é agredida com uma faca. Nessa data, curiosamente, comemora-se o dia dos namorados no Brasil. Em um dia em que se esperava amor e afeto, Sandra recebeu violência.

Esse foi o limite para ela. Com os seus 3 filhos, a mulher fugiu depressa desse homem tão perverso.

Nesse momento, Sandra viu que era hora de recomeçar. A mulher finalmente começou a desfrutar de paz e segurança com seus filhos.

Tendo encontrado um novo companheiro, ela gerou o seu filho mais novo, Danião. O menino é uma alegria para sua mãe. Em entrevista ao jornal BBC Brasil, a mulher conta que seu filho sempre mostrou interesse pelo estudo e pelos livros, e prometia que, quando aprendesse a ler, iria ensiná-la. Isso enchia o coração dela de orgulho.

Danião foi quem ensinou Sandra a escrever o próprio nome e também escrever a palavra ‘’mamãe’’.

Emocionada, relata:

‘’Escrever meu próprio nome foi uma conquista e tanto. Em uma reunião da escola morri de felicidade quando assinei pela primeira vez como responsável pela criança. Eu tive que escrever que era para ele. Eu escrevi ‘Mamãe’, muito legal e muito grande.”

Danião prosseguiu em seu objetivo de ensinar a sua mãe. O pequeno rapaz pegava livros da biblioteca da escola, para que em casa, tivesse um momento de leitura junto de sua mãe.

Segundo a escola, no ano de 2016 somente, o rapaz pegou mais de 107 livros. Sandra revela numa entrevista que a quantidade poderia ser ainda maior, pois separava livros do lixo, quando coletava resíduos para reciclagem.

Agora, junto a sua família, Sandra pode escrever uma nova história. A mulher, enfim, vive um novo capítulo de sua vida, cheio de amor, companheirismo e proteção.

Fonte: https://www.algoparacontar.com/2021/05/mujer-de-42-anos-aprende-leer-gracias.html


Autora
Débora Barros Gonçalves

single.php

Mensagens do Bem

Que tal se inscrever na nossa news e receber mensagens transformadoras em primeira mão, no seu email?

© 2019 Refletir para Refletir.Todos os direitos reservados.